Bispo elogia fraternidade dos madeirenses (com vídeo)

Guadalupe Pereira

O Bispo do Funchal, D. António Carrilho, deixou na página oficial da Diocese uma mensagem de Natal gravada dirigida aos diocesanos da Madeira e do Porto Santo.

O Bispo lembra que se vive um tempo de alegria caracterizado pelos símbolos religiosos do Natal. Os cânticos e as casa adornadas, os presépios que envolvem as famílias e representam o nascimento do Menino. Tudo nos envolve num ambiente que convida à festa, assegura, valorizando os ambientes sociais e culturais diferentes da vida quotidiana.





Recordou que este é o tempo em que as famílias se juntam e aumentam com a chegada de “familiares que trabalham e estudam fora da região” que regressam por esta altura.

“Os apelos à solidariedade e as campanhas de uma maior atenção e ajuda fraterna, apontam para a razão mais intima e profunda daquela alegria que nos marca e contagia nesta quadra”, observa o Bispo.

O responsável católico regozija-se pela forma como o povo sabe "traduzir em muitas destas formas o seu testemunho cristão”, reconhecendo a espiritualidade dos símbolos e o sentimento de partilha para ajudar os que mais precisam.

D. António Carrilho deixa os votos de um Santo Natal para todos os madeirenses, emigrantes e turistas, “um Natal de Luz e de serviço fraterno atento e disponível a quem mais precisa". E relembra a mensagem do papa Francisco: “não queremos uma Natal vazio, queremos um Natal cheio da Fé da Luz”, concluiu.