Papa pede libertação de seis freiras raptadas na Nigéria

Lusa

O papa pediu hoje a libertação de seis freiras raptadas há cerca de um mês de um convento na Nigéria.

O apelo "de coração" de Francisco, citado pelas agências noticiosas internacionais, juntou-se ao pedido dos bispos da Nigéria.

Da janela do Palácio Apostólico, o chefe da Igreja Católica, que hoje faz 81 anos, assegurou, após a habitual oração dominical do Angelus, que reza "com insistência" para que todas as pessoas que se encontram na mesma "condição dolorosa" possam "finalmente regressar a casa" no Natal.

As freiras do Coração Eucarístico de Cristo foram sequestradas de um convento na localidade nigeriana de Iguoriakhi.

Segundo a agência Ecclesia, em outubro foi libertado na Nigéria um padre católico italiano que tinha sido raptado.

Em setembro, um outro padre católico, mas nigeriano, foi sequestrado e morto na Nigéria.