Papa orou à Virgem e afirmou que a cidade de Roma se resignou à "degradação"

O papa Francisco dirigiu-se hoje à cidade de Roma, que, segundo ele, se resignou à "degradação", numa oração à Virgem Maria, num dos espaços emblemáticos da capital italiana, a “Piazza di Spagna”.

"Ó Mãe, ajuda esta cidade a desenvolver os anticorpos contra alguns dos vírus do nosso tempo", disse o pontífice durante uma cerimónia na escadaria da Praça de Espanha (“Piazza di Spagna”), no dia em que os católicos celebram a Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria.

Entre esses vírus que afetam a “cidade eterna”, Francisco que é bispo de Roma, citou a "indiferença", a "ausência de sentido cívico", a hipocrisia de acusar os outros quando esse alguém é culpado das mesmas maldades e a "resignação à degradação ambiental e ética", noticiou a AFP.

Os habitantes de Roma queixam-se regularmente do caos nos transportes públicos, do estado das ruas e a sujidade na via pública.

O papa discursou na presença da presidente do município de Roma, Virginia Raggi, eleita pelo Movimento de Cinco Estrelas (M5S), em junho do ano passado. O movimento surgiu em 2009, em oposição aos partidos tradicionais italianos, e é liderado pelo comediante Beppe Grillo.