Madeirense Nélio Pita eleito para o Conselho Geral dos Padres Vicentinos

Lusa

O provincial da Província Portuguesa da Congregação da Missão (Padres Vicentinos), Nélio Pita, foi eleito para integrar o Conselho Geral da Congregação, órgão liderado pelo argentino Tomaz Mavric, anunciou a instituição.

A eleição ocorreu no âmbito da Assembleia Geral da Congregação da Missão (CM), que está a decorrer em Roma até ao próximo dia 15 de julho, sob o tema “Revitalizar a nossa identidade no início do 500.º aniversário”.

O padre Tomas Mavric foi reconduzido como superior geral, Gregório Bañaga (Província das Filipinas) foi eleito vigário-geral, enquanto para assistentes gerais foram eleitos Rafal Kopystynsnki (Nova Inglaterra), Nélio Pita (Portugal), Aarón Gutiérrez (México) e Dominique Iyolo (Congo).

Para o padre Nélio Pita, a eleição é “uma oportunidade para colocar as periferias no coração da CM”, uma vez que deverá acompanhar as comunidades nos países economicamente mais desfavorecidos e que têm o português como língua oficial, segundo uma nota do gabinete de comunicação dos Padres Vicentinos em Portugal.

Nélio Pita nasceu na ilha da Madeira, em 1973, e foi ordenado padre na Sé do Funchal em 2000. Tem formação em Teologia, Teologia Espiritual e em Psicologia Clínica.

A Congregação da Missão foi fundada por Vicente de Paulo em 1617, em França, tendo como missão fundamental a evangelização dos pobres e a formação do clero. Atualmente, conta com mais de 3.100 membros, presentes em 95 países.

Esta e a primeira vez que um português é eleito assistente geral na Congregação da Missão.

Atualmente, a Província Portuguesa da Congregação da Missão tem 34 clérigos, 30 dos quais estão em Portugal, distribuídos por seis comunidades (Chaves, Felgueiras, Porto, Viseu, Lisboa e Funchal) e quatro estão em Moçambique.