Papa considera "escandaloso" que países gastem fortunas em armamento

Lusa

O Papa Francisco considerou hoje “escandaloso” que os países gastem “enormes somas de dinheiro” em armamentos enquanto proclamam a paz nas cimeiras internacionais.

Numa mensagem divulgada por ocasião da 60.ª Marcha pela Paz, que percorre as cidades italianas de Assis e Perúgia, Francisco sublinha que “o cuidado é o contrário da indiferença, do descarte, de violar a dignidade do próximo, quer dizer, dessa ‘anticultura’ baseada na violência e na guerra”.

O Papa lamentou que, “ainda hoje, depois de duas guerras mundiais cruéis e de muitas guerras regionais que destruíram povos e países”, haja Estados que “ainda gastam enormes somas de dinheiro em armamento”.

“É escandaloso”, declarou.

Tudo isto “enquanto nas conferências internacionais se proclama a paz, desviando a atenção de milhões de irmãos e irmãs a quem falta o necessário para viver ou que se arrastam numa existência indigna para o homem”, acrescentou.