Padre Giselo celebra hoje 15 anos de sacerdócio

Miguel Silva e Guadalupe Pereira

O padre, sem paróquia atribuída, recorreu às redes sociais para recordar a data.

Giselo Andrade publicou esta manhã uma fotografia sua, paramentado, ao lado de uma imagem de São José com um menino ao colo.

O sacerdote, que foi afastado depois de se saber que tinha assumido a paternidade de uma criança, está sem paróquia desde fevereiro 2018. Giselo Andrade tem colaborado com as paróquias de São Roque e São José, mas não foi considerado nas últimas nomeações do bispo do Funchal.

"Como retribuirei ao SENHOR todos os seus benefícios para comigo? Elevarei o cálice da salvação, invocando o nome do SENHOR" (Sl 116, 13).” Escreve Giselo Andrade.

E partilha com os seus seguidores a data do seu aniversário de ordenação: “Hoje celebro o dom do sacerdócio. Fui ordenado há 15 anos. Agradeço o vosso apoio e amizade ao longo do meu ministério e peço a vossa oração. Pai Nosso...”

Giselo era pároco do Monte quando foi público que tinha sido pai de uma menina, no final de 2017. O caso, que teve dimensão mediática ao nível nacional, acabou por levar ao afastamento do pároco.

Fora da importante paróquia do Monte, Giselo Andrade apenas manteve funções ao nível da comunicação da Diocese através da publicação online do Jornal da Madeira e tem estado presente em várias atividades pastorais das paróquias de São Roque e de São José, assim como em várias ações da Diocese.