Conheça a Casa da Serra no Porto Santo (com fotos)

David Spranger

Um verdadeiro oásis na Ilha dourada, contruído a partir de uma herdade que data já de 1764, que por estas alturas vai tendo o futuro em risco.

A pandemia condicionou o acesso de turistas ao Porto Santo, e Lomelino Velosa, o proprietário da Casa da Serra, vai sentido dificuldades em manter vivo o seu sonho, não só de garantir a continuidade deste projeto, como também aumentar as suas valências.

Recriou todo um ambiente que trespassa séculos, com uma ‘casa museu’, tal como era antigamente, com quarto, cozinha e sala, e ainda uma vasta diversidade de animais no seu quintal: patos, ovelhas, cabras, galinhas, perus, entre outros.

Juntou-lhe muitos outros atrativos, como é aquela que diz ser a “mesa museológica mais diversificada da Macarronésia”, ou ainda uma mesa feita à base de bocados de madeira, tal e qual ao longo de muitas décadas eram feitas no Porto Santo.

E complementou, um balcão de venda de produtos locais.

Mas sem receitas e sem apoios e com custos de manutenção elevados, o projeto está em perigo.

Leia mais na edição escrita de hoje do JM.