Investimentos Habitacionais da Madeira participa no 1.º ‘TEDx-Nazaré’

A IHM – Investimentos Habitacionais da Madeira, EPERAM promoveu, no dia 09 de julho, o 1.º TEDx-Nazaré subordinado ao tema ‘O Bairro aos Olhos de uma Criança’.

Este evento teve como propósito a partilha de conhecimentos e saberes sobre o Bairro da Nazaré, quer sob a perspetiva dos jovens moradores quer, por outro lado, sob a perspetiva de quem o administra.

Para tal, o TEDx contou com a participação de 11 crianças, que frequentam o Projeto ‘Férias Vivas 2020’ no polo comunitário da Nazaré, do presidente do Conselho de Administração da IHM, Bruno Pereira, da vogal responsável pela área de Inclusão Social, Mara Rodrigues, e respetivo diretor de Serviços, Joel Basílio.

Através desta troca de experiências e vivências, foi possível “dar voz ativa aos residentes mais jovens do Complexo Habitacional em questão, que participaram ativamente com questões e ideias concretas”, com o fim último de melhoria das condições de todos os moradores no bairro em questão, “considerando que as crianças de hoje, são os adultos de amanhã e que o bairro é feito por quem lá vive, faz-nos todo sentido que estas crianças tenham um papel cada vez mais interventivo na construção e recriação do mesmo”, afirmou o presidente do Conselho de Administração.

A organização adianta que este formato de debate será mantido ao longo de todo o ATL de Verão na Nazaré, estando previstos outros TEDx`s com temas atuais e pertinentes de serem discutidos com o público-alvo em questão, nomeadamente COVID-19, importância do voluntariado, saídas e escolhas profissionais e Rally.

Ressalva ainda que cada sessão tem oradores convidados da área a ser debatida. De acordo com Bruno Pereira “começámos este modelo de conferências neste Bairro como forma de experiência-piloto mas, pelo feedback positivo que tivemos, pretendemos alargar a outros bairros sociais, bem como a outras faixas etárias, de modo a auscultarmos de um modo mais informal a população a quem acolhemos e a promover a sua participação cívica em várias temáticas contemporâneas e onde o contributo deste público se revela determinante.”