Santa Cruz inicia vigilância de incêndios

O Município de Santa Cruz, através do Serviço Municipal de Proteção Civil, deu início ao Plano de Observação e Deteção de Incêndios Florestais – PODIF, cujo objetivo é "realizar a vigilância e patrulhamento das zonas do concelho mais suscetíveis de risco de incêndio, bem como ações de sensibilização à população sobre os incêndios florestais e comportamentos a adotar" explica a autarquia em nota de imprensa.

De acordo com a mesma nota, o patrulhamento será efetuado por colaboradores do Município de Santa Cruz devidamente identificados.

Durante o dia de ontem foram detetadas duas ocorrências de queimadas não autorizadas.

A CMSC informa ainda que "é proibido a realização de fogueiras e queimadas de 1 de abril a 31 de outubro de cada ano". "Antes de efetuar uma queimada deve sempre informar os bombeiros e adquirir a respetiva licença na Câmara Municipal", acrescenta.

"Apelamos a que estejam em alerta e que informem as autoridades: caso detetem lixo ou mato denso acumulado próximo das habitações, se notarem a presença de pessoas com comportamentos de risco e se avistarem o início de um incêndio florestal, ligue de imediato para o 112 ou para os Bombeiros da área", conclui.