Jornadas Madeira 2020: “O povo do Porto Santo conta com o Governo Regional”

David Spranger

Nas jornadas do JM, no Porto Santo, Idalino Vasconcelos faz o devido reconhecimento da obra patrocinada pelo Governo Regional, mas não baixa a fasquia, em nome do progresso do concelho.

Explanados os objetivos de investimento imediato, Idalino Vasconcelos ressalva que “é justo que se faça o devido reconhecimento pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Governo Regional, nas mais diversas áreas de atuação. Destaco, as eficazes medidas tomadas no âmbito da saúde e proteção civil, mais notórias, por força da pandemia que caiu sobre o planeta”.

Contudo, “o povo do Porto Santo conta com o apoio do Governo Regional e com a vice-presidência, agora e no futuro” E para esse futuro, exalta, “é necessário garantir a viabilização destes projetos, quer através do investimento municipal, ou por contratos programa com o Governo Regional, para robustecer os setores mais tradicionais da economia local”.

Nas responsabilidades, Idalino Vasconcelos diz que “temos de ganhar escala e dimensão para que possamos captar investimento externo, nacional ou estrangeiro”. Porque só dessa forma “cresceremos”.

No âmbito geral, “é necessário garantir que o Porto Santo se centre no desenvolvimento do turismo e do crescimento do cluster do mar, das energias renováveis, da mobilidade elétrica e com a candidatura do Porto Santo a reserva da Biosfera da Unesco”.

Estes meios, considera o autarca do Porto Santo, “vão criar condições ideais e atrativas para investimento, para a promoção da nossa economia, para a fixação de população e para a garantia de bem-estar social. Só assim podemos garantir o progresso do nosso concelho, nunca descurando as questões de mobilidade e do turismo”.