Jornadas Madeira 2020: “Projetos importantes continuam em cima da mesa”

David Spranger

Nas jornadas do JM, no Porto Santo, o presidente da Câmara Municipal local refere que apesar de ter plena consciência dos efeitos nefastos da pandemia, há projetos na Ilha Dourada que terão de se concretizar. E enumera-os.

Idalino Vasconcelos constata os efeitos negativos que a pandemia vai causando, mas não esmorece nos seus propósitos. “Este Executivo tinha previsto um forte investimento, para a reta final do mandato, através da concretização de projetos de melhoria da nossa ilha. Não nos podemos esquecer, o impacto profundo que a pandemia covid-19 irá trazer à nossa região e ao nosso concelho, e que adiam, para já, os nossos projetos iniciais”, disse na sua alocução no âmbito das Jornadas Madeira 2020, organizadas pelo JM em parceria com a ALRAM, cujo a quarta edição realiza-se esta manhã, no Porto Santo. Todavia, assegura o presidente da autarquia local, “continuam em cima da mesa diversos projetos importantes, que contamos com o apoio do Governo Regional”, especificando o teor dos mesmos:

- A criação de um local central para venda de produtos locais e tradicionais, no valor de 500.000 euros

- Revisão do Plano Diretor Municipal do Porto Santo, no valor de 500.000 euros

- Reparação e recuperação de diversas estradas municipais, onde existiram intervenções das empresas de fornecimento de serviços (água e eletricidade), no valor de 450.00€ euros.

- Obra de recuperação da Fonte de Areia, no valor de 260.000 euros.

- A melhoria dos espaços verdes e jardins e requalificação do centro da cidade, no valor de 220.000 euros.

- Introdução de uma nova e moderna sinalética para a ilha do Porto Santo, no valor de 210.000 euros.

- Requalificação do espaço público e acesso à praia do Ribeiro Salgado, no valor de 190.000 euros.

- Construção de balneários e espaços de venda ao público de produtos locais, na praia do Henrique, no valor de 140.000 euros