PSD afirma que compromissos na saúde “serão integralmente cumpridos”

Representantes dos Trabalhadores Sociais Democratas da Madeira (TSD/M) ligados ao Núcleo Laboral dos Médicos reuniram, ontem, com o Secretário Regional da Saúde e Proteçao Civil, num encontro de trabalho onde foi, mais uma vez, garantido "que todos os compromissos assumidos na saúde seriam cumpridos, durante o mandato", tanto do ponto de vista dos cuidados hospitalares quanto dos cuidados primários.

A par das preocupações que foram deixadas, na oportunidade, especialmente relacionadas com as condições laborais dos profissionais de saúde, Joana Macedo e Nicodemos Fernandes ouviram, assim, de Pedro Ramos, “a certeza de que o investimento na saúde é para continuar e reforçar. Isto sem esquecer o pagamento do subsídio de fixação e do subsídio de risco até ao final do ano, a reavaliação e correção das assimetrias que se atualmente ainda se verificam nos cuidados primários e, ainda, a abertura de concursos para assistente graduado sénior da carreira médica”, refere uma nota do PSD enviada às redações.

A reunião que surge na sequência de outros contactos que têm vindo a ser estabelecidos, pelos TSD/M, nesta área veio, no fundo, "reforçar a convicção de que há todo um trabalho que está a ser desenvolvido a favor da nossa população mas, também, a favor da progressiva dignificação dos profissionais que importa aqui valorizar", sublinham os TSD/M, acrescentando que, ainda este mês, terá lugar uma outra reunião de trabalho para a partilha de todas as preocupações atrás referidas, neste caso junto dos profissionais de saúde.

Acresce referir que o papel de todos os profissionais de saúde que estiveram envolvidos no combate e contenção da pandemia COVID 19 foi também lembrado neste encontro, um trabalho que foi fundamental e decisivo para que a Madeira tivesse sido exemplar na gestão desta crise, "com decisões por vezes difíceis de tomar mas que tiveram, sempre, como foco principal, a saúde e a segurança da nossa população", vincaram.