Albuquerque alerta: "As coisas correm bem mas não podemos embandeirar em arco"

Redação

Apesar de achar que "as coisas estarem a correr bem" no Aeroporto da Madeira, em relação à chegada dos passageiros e os respetivos teste à covid-19 , Miguel Albuquerque diz que "não podemos embandeirar em arco" e que, mesmo com a realização dos testes, "corremos riscos".

À margem da visita realizada esta manhã a uma exploração agrícola no Estreito de Câmara de Lobos, o presidente do Governo Regional revelou que, ontem, foram realizados 270 testes PCR no Aeroporto da Madeira e que todos foram negativos.

"Há sempre riscos de termos o início de uma cadeia", alertou, salientando que, mesmo assim, independentemente desse risco, há uma vantagem: "É um risco controlado, ou seja, neste momento nós conseguimos fazer a monitorização das pessoas que desembarcam, mesmo as que têm teste, temos a monitorização dessas pessoas e isso dá-nos uma vantagem em termos de segurança da saúde pública na Madeira".