PSD: GESBA tem permitido mais rendimento aos bananicultores

O Grupo Parlamentar do PSD visitou hoje o centro de processamento de banana, da Gesba, na Ponta do Sol, onde pode constatar o trabalho que tem sido feito em prol dos produtores e da garantia da qualidade da qualidade do produto, destinado à comercialização.

"Nos últimos anos, a Gesba aumento o rendimento aos bananicultores da Madeira em 20%, o que significa um acréscimo real naquela que é a economia familiar destes agricultores", salientou Nuno Maciel.

O deputado salientou que as cerca 21.500 toneladas que a Gesba vendeu no ano passado representam um volume global de negócios na ordem dos 19 milhões de euros. Desses, ressalvou, "15 milhões são diretamente colocados nas contas dos nossos bananicultores". Além disso, afirmou ainda o deputado, 45% desses 15 milhões são já receita própria da Gesba. Os restantes 55% referem-se a compensações da União Europeia.

Ou seja, referiu Nuno Maciel, neste momento, "a Gesba tem uma saúde financeira de tal modo que garante aos bananicultores quase metade daquele que é o pagamento do total daquilo que eles recebem".

"Isto revela o grande trabalho que a Gesba tem feito indo muito mais além do que o valor apoiado pela União Europeia e fazendo com que os mesmos 2800 bananicultores que nós temos nos 625 hectares produzem muito mais banana do que aquela que é apoiada, mas não significa que estejam a perder. Pelo contrário, está toda a ser escoada e estão a receber ainda mais do que aquilo que recebiam há alguns anos."

O deputado sublinhou ainda que mesmo durante a pandemia a empresa se manteve operacional. "São 300 funcionários que aqui trabalham e durante o período difícil que aqui vivemos com a covid-19, estas instalações e outras foram abertas para que a produção dos agricultores pudesse ser escoada".