3,8 milhões de euros na mobilidade para o Porto Santo

David Spranger

No arranque dos trabalhos no plenário madeirense, Bernardo Caldeira subiu ao palanque para enaltecer as medidas do Governo Regional em relação ao Porto Santo, de onde é oriundo.

Nomeadamente, o deputado do PSD exaltou a medida do desconto ‘à cabeça’ no subsídio de mobilidade, agora estendido durante todo o ano.

Na ocasião, lembrou que desde “2016, quando foi instituído este subsídio, o Governo Regional investiu 3,8 milhões de euros nesta rubrica, em 161.000 processos de reembolso”.

“Enquanto o Governo da República tem zero soluções, o Governo Regional cumpre”, concluiu.

Na resposta, Miguel Brito, deputado do PS, igualmente originário do Porto Santo, propiciou um ambiente de ‘descontração’, ao referir olhe parecer que “estarmos perante um comício de verão do PSD no Porto Santo”.

Os sorrisos resultaram da observação de Jaime Filipe Ramos de que “afinal segue os comícios do PSD”, com Miguel Brito a dizer que sim, que segue todos os comícios de todas as forças partidárias que tem como palco a ilha dourada.