PS-M reivindica reabertura dos serviços de urgências no norte da Madeira

O grupo parlamentar do PS-Madeira promoveu na manhã deste sábado, em frente ao Centro de Saúde de Santana, uma conferência de imprensa que visou reivindicar a abertura dos serviços de urgências da zona Norte da ilha.

A deputada socialista Tânia Freitas, porta-voz do grupo, em declarações à comunicação social, começou por dizer que "a nossa presença aqui, em frente ao Centro de Saúde de Santana tem como objetivo reivindicar a abertura deste serviço de urgência, bem como a retoma de todos os serviços de urgências nos diferentes centros de saúde da costa norte".

"No início desta pandemia foi necessário tomar medidas drásticas no combate desta crise sanitária, no entanto e visto que estamos em período de desconfinamento, com a retoma de diversas atividades económicas, inclusive com a reabertura das escolas, exigimos que seja aberto os serviços de saúde e cuidados de saúde para a nossa população", frisou.

A parlamentar lembrou assim que, neste momento, toda a costa norte da ilha da Madeira encontra-se sem serviço de urgência, facto que "a população não compreende", nesta fase, em que "já nos encontramos em desconfinamento".

Tânia Freitas sublinhou ainda que "existe, inclusivamente, um grande receio destes serviços não voltarem a reabrir".

"Por este motivo, o Grupo Parlamentar do PS-Madeira, dentro dos seus poderes, entregou, na Assembleia Legislativa da Madeira, bem como diretamente ao senhor secretário regional da Saúde, vários documentos com o objetivo de reabrir os serviços de urgência e a retoma do normal funcionamento dos cuidados de saúde da zona Norte", concluiu Tânia Freitas, deputada oriunda precisamente de Santana.