Operadores de caixa do Pingo Doce e Continente tornam-se ' voluntários' do Banco Alimentar

Redação

A direcção e a equipa do Banco Alimentar da Madeira realizaram visitas a todas as lojas da Região, nos dias 22 e 23, com o objectivo de sensibilizar e motivar os operadores de caixa, para "o papel crucial que os mesmos representam na divulgação e convite aos clientes para a aquisição de vales".

Na impossibilidade de os voluntários habituais do Banco Alimentar Madeira, estarem nos supermercados, por imperativos decorrentes da covid-19, os operadores de caixa até 31 de maio serão os voluntários do Banco Alimentar, missão que desde logo assumiram com entusiasmo e de que se espera vir a obter bons resultados.

A continuidade destas visitas irá decorrer ao longo da semana, como forma de apoio, incentivo e agradecimento pela disponibilidade demonstrada.

O Banco Alimentar recorda que a campanha Ajuda Vale contempla sete produtos base (óleo, salsichas, atum, leite, arroz, feijão e azeite) cujo valor varia entre 0.48 euros e 1,99 euros no Continente e 0,48 e 1,29 euros no Pingo Doce, onde também é possível doar um cabaz no valor de 4,11 euros pelo que lança um novo apelo à contribuição de todos os madeirenses: "Seja também um voluntário! Peça o seu vale na caixa e contribua para que nenhum prato fique vazio!"