Campanha de recolha de alimentos no Porto Santo

A Polícia de Segurança Pública e Junta de Freguesia do Porto Santo procederão à recolha de géneros alimentícios e bens de primeira necessidade, bem como à recolha de roupa e brinquedos, nos dias 8, 9 e 10 de maio.

"Considerando os efeitos nefastos da pandemia na economia porto-santense, cuja população, com trabalhos em grande parte precários, vive essencialmente do turismo e conhecendo também o encerramento temporário das escolas/creches, com as devidas consequências na alimentação e economias familiares, pretende-se levar a cabo, através da estrutura policial em estreita colaboração com a Junta de Freguesia, a iniciativa de recolha e distribuição de alimentos, roupa, fraldas e brinquedos à população carenciada, principalmente a que é/foi vítima dos efeitos da atual pandemia".

Com esta iniciativa, referem os reponsáveis em comunicado, pretende-se que "que não falte pão na mesa às crianças e população em geral que esteja a passar por constrangimentos financeiros devido à pandemia".

Através da estrutura policial, em estreita colaboração com os parceiros locais, pretende-se ainda "localizar e identificar famílias que possam estar a passar por dificuldades"

Os géneros alimentícios e bens de primeira necessidade podem ser entregues na PSP (em qualquer horário) e na Junta de Freguesia (entre as 9h00 e as 17h00), nos dias 8, 9 e 10 de maio.

"Todas a pessoas que estão a precisar e sintam a necessidade de algum apoio, principalmente a que é/foi vítima dos efeitos da atual pandemia, devem entrar em contacto com a Junta de Freguesia ou a Esquadra da PSP (291 982 436 e 291 980 010, respetivamente) e identificar as suas eventuais faltas. Garantiremos a confidencialidade durante todo o processo".