Iate de sócio do grupo Rolex abriga-se em Santa Cruz para fugir ao mau tempo

Edmar Fernandes

Encontra-se fundeado na baía de Santa Cruz um iate de luxo, o Genesia, com o objetivo de se resguardar devido ao mau tempo previsto na rota transatlântica que estava a cumprir e que lhe levaria de volta a Itália.

O super-iate, reconstruído recentemente, ganhou o prémio para a melhor transformação mundial em 2018. É propriedade de um dos sócios do grupo Rolex que, todavia, não se encontra a bordo.

Foi desenhado para acomodar 10 pessoas em seis cabinas luxuosas e tem ainda capacidade para transportar 9 tripulantes que ficam em cinco cabinas.

Refira-se que o Genesia foi autorizado a se abrigar ao largo de Santa Cruz, mas está impedido, assim como os seus tripulantes, de tocar em solo madeirense ao abrigo do estado de emergência.