Escola Francisco Franco avaliou ontem 112 turmas por videoconferência

A Escola Secundária de Francisco Franco realizou ontem 112 Conselhos de Turma que avaliaram aproximadamente 2500 alunos através do sistema de videoconferência.

Nos cursos científico-humanísticos houve 73 Conselhos de Turmas que ratificaram sensivelmente 12 mil classificações no cômputo global de todas as disciplinas por aluno.

Mais de um milhar foi o total de classificações ratificadas pelos sete Conselhos de Turma dos Cursos de Educação e Formação (tipo 4, tipo 5 e tipo 6) que integram mais de uma centena de alunos.

Os cursos profissionais mobilizaram a realização de 24 reuniões de Conselhos de Turma nas quais os docentes não só confirmaram as pautas modulares de todos os módulos terminados no segundo trimestre como também lançaram as avaliações qualitativas individuais por aluno, nos diferentes parâmetros, a síntese das dificuldades evidenciadas, atividades de recuperação e enriquecimento e a apreciação global do aluno.

Nos cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA), a funcionar à noite, os docentes, em Conselho de Turma, lançaram na plataforma PLACE as validações das unidades evidenciadas pelos formandos. As mesmas serão inseridas posteriormente nas carteiras pessoais de competências-chave.

Os Encarregados de Educação dos alunos começaram ainda ontem a receber os ‘Registos de Avaliação’ sobretudo por email, embora a videoconferência fosse também disponibilizada por alguns Diretores de Turma.

Nas reuniões à distância, o Conselho Executivo da Escola Secundária de Francisco Franco recorreu à plataforma Hangouts Meet da Google, no domínio esffranco.edu.pt.

O Técnico de Informática, Gilberto Basílio, criou links para a videoconferência para todos os professores dos 112 Conselhos de Turma permitindo assim que, de forma célere e funcional, os docentes pudessem reunir à distância.

Esta plataforma de comunicação, ontem testada com sucesso na maratona de reuniões da Escola Secundária de Francisco Franco, fica desde já disponível para a teleaula e para futuro contacto com os Encarregados de Educação, caso as atividades letivas continuem suspensas.