Governo desconhece excesso de visitas ao hospital dr. João de Almada

O secretário regional de Saúde e Proteção Civil alerta que é preciso ter confiança nos delegados de saúde e diz que os casos reincidentes, a PSP tem indicações para tomar medidas.

No que toca ao denunciado elevado número de visitas ao hospital dr. João de Almada, onde funciona a Unidade de Cuidados Paliativos, Pedro Ramos diz que há utentes que tendo o familiar bem identificado pelo SESARAM poderá ajudar, assim como na Rede de Cuidados Continuados.