Empresária quer alojar profissionais de saúde forçados a abandonar residência no Funchal

A proprietária de um espaço para Alojamento Local no Funchal contactou o JM com o intuito de disponibilizar a sua moradia para os profissionais de saúde que foram forçados a sair do apartamento devido ao receio da vizinhança do vírus Covid-19.

Inconformado com uma postura que considerou “simultaneamente compreensível e um tanto desunamo”, procurou apenas cingir-se ao essencial: dar guarida a quem cuida da nossa saúde.

Nesse sentido, disponibiliza a partir de amanhã um alojamento local, com 2 quartos de dormir e 2 WC com duche, sala, cozinha e estacionamento, que está situado a dois minutos do hospital.