Covid-19: “Não há indesejáveis”, avisa o presidente da Assembleia

José Manuel Rodrigues acaba de publicar um alerta sobre posições de alguns cidadãos contra profissionais de saúde e turistas.

Depois de enumerar três exemplos concretos de atitudes condenáveis, o presidente do Parlamento lembra que a Madeira precisa de todos. “Cuidado porque o melhor Destino Insular do Mundo tem muitos estrangeiros a viver nas nossas ilhas e vai precisar dos viajantes para recuperar a sua débil economia. Não há “indesejáveis”, há seres humanos que precisam de solidariedade”, escreve José Manuel Rodrigues.

A primeira figura de órgãos próprios da Região baseia o seu comentário também no caso ontem denunciado no JM sobre os moradores de um prédio que levaram à saída de dois profissionais de saúde. “Não é admissível, por maior que seja a nossa insegurança”, considera Rodrigues.

O caso de um italiano “que foi enxovalhado” na Loja do Cidadão é outro exemplo apontado pelo presidente. Assim como “a inexplicável histeria” contra os turistas, que também merece reparo de José Manuel Rodrigues.

“Segurança Sim. Alarmismo Não”, conclui o presidente do Parlamento regional.