PSP avisa para restrição de acessos ao Aeroporto Internacional da Madeira

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Madeira esclarece que, face às informações e apelos que circulam nas redes socias, o direito de reunião ou manifestação deve ser precedido de comunicação prévia às autoridades administrativas competentes.

"Nesta sequência, e por força das medidas restritivas de acesso ao Aeroporto Internacional da Madeira implementadas pela ANA Aeroportos, a Polícia de Segurança Pública irá promover a restrição da entrada nos aeroportos a pessoas que não tenham um título de embarque válido ou um cartão de acesso, ou que necessitem de tratar de assuntos diretamente relacionados com os seus bilhetes, sendo aberta exceção apenas a passageiros que necessitem de acompanhamento, e.g., crianças, idosos ou pessoas com dificuldades de locomoção", lê-se na nota enviada às redações.

A PSP "está empenhada no cumprimento de todas as normas e regras relativas à prevenção da transmissão do COVID-19, em coordenação com as autoridades regionais, e apela ao civismo e ao cumprimento da Lei por parte de todos os cidadãos".