Corrida aos supermercados não tem razão de ser

Miguel Albuquerque garante que a Madeira está “dotada dos meios e procedimentos adequados à contenção do fenómeno” do novo coronavírus. “A própria população tem de saber disso”, invocou.

E por isso esclarece igualmente que o que está a acontecer da compra desmedida de bens alimentares e outros nos supermercados, não tem razão de ser, até porque, informa, “amanhã chega um navio e segunda chega outro para descarregar mercadorias.” O reabastecimento está assegurado e controlado.