Governo Regional reforça apoios para Câmara de Lobos

O executivo madeirense vai investir, este ano, mais de oito milhões de euros em Câmara de Lobos, o que irá perfazer, nestes últimos cinco anos, um total que ultrapassa os 110 milhões de euros aplicados neste concelho.

A garantia foi dada esta sexta-feira pelo vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, numa sessão da iniciativa "Orçamento com proximidade", que decorreu na Biblioteca Municipal.

Durante a iniciativa, Pedro Calado teve ainda oportunidade de enunciar quais as principais intervenções previstas pelo Governo Regional para Câmara de Lobos, quer no plano rodoviário, como a ligação ao Jardim da Serra, quer no plano da saúde e do apoio social.

Pedro Calado fez questão de sublinhar o bom momento económico que a Região atravessa, confirmado pelo Instituto Nacional de Estatística, através do Indicador Regional da Atividade Económica, que coloca a Madeira e o Porto Santo a crescer economicamente há mais de 77 meses consecutivos.

O governante afirmou ainda que, a par do desenvolvimento económico, o Governo Regional lançou mão de um conjunto de medidas e benefícios, de âmbito social, que são transversais a todos os concelhos, de que são exemplo a redução do preço dos passes sociais, o "kit bebé", o custo das creches, entre outras, que beneficiam todas as famílias madeirenses e porto-santenses.

Na oportunidade, Pedro Calado regozijou-se com as taxas de execução de fundos comunitários, lembrando o quanto têm sido importantes estes apoios comunitários, não apenas para o concelho de Câmara de Lobos – para onde foram reservados mais de 94 milhões de euros, englobando o Madeira 14-20, PO SEUR, PRODERAM e MAR 2020 – mas para toda a Região.

Só na área da habitação, recordou Pedro Calado, estão vários projetos, no âmbito do Madeira 14-20, abrangendo desde o Conjunto Habitacional da Achada, Conjunto Habitacional das Balseiras, Conjunto Habitacional do Jardim da Serra e o Bairro da Palmeira, investimentos que rondarão os seis milhões de euros.

Além do Madeira 14-20, Câmara de Lobos também beneficia, também, dos apoios disponíveis através do PO SEUR, com perto de duas dezenas de projetos, que representam um investimento global que ascende a 17,4 milhões de euros.

Na apresentação, Pedro Calado fez também questão de deixar bem clara a sustentabilidade das contas públicas regionais, que permitiu, por um lado, a concretização dos compromissos assumidos com a população e, por outro, diminuir a dívida pública, sendo a única região do país onde essa redução é efetiva, ao contrário das outras onde acontece exatamente o contrário.