Miguel Silva Gouveia diz que Cafôfo conseguirá mudar a Madeira como mudou o Funchal

Carla Ribeiro

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, que foi o primeiro a falar na cerimónia de apresentação da candidatura de Paulo Cafôfo à presidência do PS-M, afirmou hoje que a Madeira continua refém das vontades políticas dos partidos que a governam. Destacou a área da Saúde, aquela que mais preocupa a todos.

Na pequena sala de conferências do Castanheiro Boutique Hotel, Miguel Silva Gouveia disse que os madeirenses precisam de soluções para um futuro com melhor qualidade de vida.

O autarca afirmou ainda que nos seis meses de Governo mais não se fez do que 'o chega para lá que cabe mais um'. Miguel Silva Gouveia garantiu mesmo que quem parece que está a governar é o PS-Madeira porque é o partido que apresenta iniciativas.

Assim, assegurou que o PS é a solução para o futuro da Madeira. Isso vê-se com as inscrições do hospital no OE, na alteração dos fundos comunitários do PO SEUR (conseguidos pelos eurodeputados socialistas). "Temos no nosso ADN, trabalho sem pedir nada em troca", afirmou o edil funchalense.

Já sobre a candidatura de Cafôfo, que se apresenta sob o lema 'Avançar a Madeira pelas pessoas', Miguel Silva Gouveia disse que o ex-autarca sempre ouviu toda a gente, procurou uma solução integradora. Fez um excelente trabalho como presidente da Câmara, considerou. Um trabalho que tem a sustentabilidade ambiental, económica e social representada e solidificada.

Cafôfo é, no entender de Miguel Silva Gouveia, o homem que procurará, com o PS, aplicar a mesma fórmula para mudar a Madeira como mudou o Funchal.