Secretário-geral do PS-M de saída pede reflexão interna

Carla Ribeiro

A manchete de hoje do JM vai para a entrevista do secretário-geral do Partido Socialista, o qual, de saída pede reflexão interna.

“Não estou disponível para continuar como secretário-geral do PS”, diz João Pedro Vieira em entrevista ao JM. No congresso de maio vai apoiar Paulo Cafôfo, mas sugere que o novo secretário-geral não tenha outras funções. Confessa desalento com a política regional e defende uma reflexão interna. Como vereador, assume o erro de ter comunicado mal a decisão sobre a Placa Central. Na véspera do inesquecível 20 de fevereiro de 2010, Vítor Prior, responsável pelo IPMA na Madeira, disse que ia chover. Que ia chover muito. Hoje, recorda as palavrasque anteciparam que ia iria chover copiosamente, mas foram poucos os que acreditaram na previsão feita num dia de céu limpo. “Nunca pensei ver tamanha desgraça”, reconhece o meteorologista também na edição de hoje do Jornal.

A primeira página da edição de hoje, destaque ainda três assuntos: todas as datas a reter para evitar multas e aumentar deduções, ao nível do IRS, a circunstância de a Madeira poder vir a receber doentes com coronavírus de todo o país e ainda um desejo de Norberto Gomes, da OCM, que reclama uma Casa da Orquestra na Região. Mas, se folhear o Jornal, terá muito mais para ler nesta edição.