Jardim propõe receita para o país

Alberto Pita, em Viana do Castelo

Alberto João Jardim apresentou hoje uma receita para levar o PSD ao poder.

Por um lado, defendeu que o PSD tem de agir em seis vertentes:

- A agenda é nossa e não é a do governo e ou do Presidente da República.

- Demonstrar as consequências de cumplicidade e cedências do PCP e do BE ou do capitalismo selvagem que paga os impostos no estrangeiro.

- Endurecer a luta

- Candidatar às Autárquicas, com prioridade absoluta, os melhores e mais aceites por cada localidade, não se ficando pelos filiados.

- Desmontar a propaganda dos sistema político

- Ganhar a confiança dos mais de 40% dos que não votam.

Além destas vertentes, Alberto João Jardim defendeu sete propostas concretas para mudar Portugal:

- Subir os rendimentos das famílias

- Crescer e reforçar a classe média

- Repor a eficiência dos sistemas onde Estado falha

- Regionalizar do continente

- Reconstruir o Serviço Nacional de Saúde

- Reaquacionar os termos da lei da greve,

- Pôr fim à fraude e mediocridade na cultura e educação e repor o respeito cívico-democrático pelas forças de segurança e antigos combatentes.