Albuquerque diz que detratores enganaram-se em relação a ligacão de Isabel dos Santos ao CINM

Carla Ribeiro

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, afirmou hoje, à margem da visita que efetuou às obras nos tetos da Igreja da Sé, que alguns queriam que Isabel dos Santos tivesse uma ligação muito forte ao Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), mas para grande " desapontamento deles,essa concentração está nos bancos e empresas do Continente".

Instado a comentar o caso Luanda Leaks, Albuquerque disse que as forças que são contra o CINM apanharam um desgosto. Aproveitou para referir ser extraordinário que a nomenclatura portuguesa pergunte sobre quem é Isabel.

Já sobre o património singular da Sé, disse que é uma obra magnífica. A intervenção durará 16 meses e custa um milhão e seiscentos mil euros, contando com o apoio de fundos comunitários.