“Cartelização” no porto do Funchal chega à Concorrência

A manchete de hoje do JM dá conta das alegadas “práticas de cartel facilmente demonstráveis” no transporte de mercadorias por mar levam o deputado Carlos Pereira a pedir a intervenção da Autoridade da Concorrência e da Autoridade Nacional de Mobilidade e Transportes. Entre outras acusações estão referências ao monopólio num setor em que “três dos cinco armadores pertencem ao mesmo grupo”. O pedido de avaliação deu entrada ontem.

Outros destaques

Em destaque também nesta edição, os sinais inventados que baralham o trânsito. A sinalética improvisada para desviar automobilistas das zonas de obras no Funchal não consta do Código de Estrada. Os sinais foram criados pelo Governo e a Câmara não se opôs à colocação. Mas não existem, diz a PSP ao JM.

Saiba ainda que o bastonário da Ordem dos Advogados em entrevista ao JM, admite que à justiça chegam apenas os muito ricos ou os indigentes. Luís Menezes Leitão vem amanhã à posse de Paula Margarido.

Leia também sobre as 150 empresas que estão em risco de perder 2,6 milhões e conheça o roteiro diversificado para três dias de arte e diversão.