Empresário mostra interesse em investir na indústria das conservas na Região

Redação

A Madeira poderá vir a beneficiar de novos investimentos na área do mar e pescas. O interesse foi manifestado pelo empresário madeirense Ricardo Ruel ao secretário regional de Mar e Pescas, durante uma reunião de trabalho que decorreu nesta quarta-feira.

O empresário, que tem negócios na área da restauração, no Funchal, pretende alargar o ramo de atividade para o setor das conversas e, nesse sentido, recolheu informações junto de Teófilo Cunha sobre a carteira de apoios comunitários de que dispõe o Governo Regional para novos investimentos nas pescas e no mar.

O governante fez constar o esforço do Governo Regional para diversificar a economia, por forma a manter o ritmo de crescimento económico, única maneira de criar novos postos e trabalho e assegurar apoios sociais.

O sector das conservas na Região é atualmente inexistente. Conheceu um período de grande incremento entre as décadas de 70 a 90 do século passado, entrando depois em declínio.

A indústria conserveira na Madeira tem mais de 100 anos. Começou a ser desenvolvida em 1889, com as primeiras fábricas a laborarem a partir de 1909, na Ponta da Cruz (acima da Doca do Cavacas), e no Paul do Mar, em 1912.