Orçamento da Junta de Freguesia de Santa Luzia aprovado por unanimidade

Iolanda Chaves

A Assembleia de Freguesia de Santa Luzia aprovou ontem por unanimidade o Orçamento da Junta de Freguesia para 2020.

Formada por eleitos do PSD, CDS e Coligação Confiança, esta Assembleia deu 'luz verde' a um orçamento da ordem dos 206 mil euros, sendo que 83% desta verba se destina a despesas correntes.

Ouvido pelo JM, o presidente da Junta, José António Rodrigues, eleito pelo PSD, manifestou-se bastante satisfeito com este resultado um dia depois de na Assembleia Municipal do Funchal ter sido chumbado o orçamento camarário.

O social-democrata, que está a cumprir o terceiro e último mandato, diz que tem procurado sempre promover um entendimento entre as várias forças políticas em prol da população da freguesia, especialmente no que toca a medidas sociais, e que isso se refletiu, uma vez mais, na aprovação do orçamento.

José António Rodrigues lembra que Santa Luzia foi uma das freguesias afetadas pelo '20 de fevereiro de 2010' e também pelos incêndios, acontecimentos que exigiram da Junta, como entidade mais próxima da população, intermediar e de conseguir apoios às famílias. Fora estas situações, é também uma freguesia que acolhe famílias lusovenezuelanas e tem de atender às necessidades de outros moradores, como séniores carenciados que vivem sozinhos.

A pensar na população idosa, o autarca adiantou ao JM que a Junta de Freguesia adquiriu uma carrinha de nove lugares para levar estas pessoas ao Centro de Dia. A carrinha, em segunda mão, custou 26 mil euros e vai estar ao serviço da freguesia a partir de janeiro.