Já há decisão sobre as condecorações de Joe Berardo

O madeirense Joe Berardo vai mesmo manter as condecorações honoríficas.

A notícia é avançada pelo jornal Económico, que cita fonte próxima do processo para garantir que o empresário madeirense deverá manter as condecorações após a polémica postura que assumiu no Parlamento numa audição à comissão que avaliou as dívidas à Caixa Geral de Depósitos (CGD).

Assim, o cenário proposto no relatório final do processo disciplinar elaborado pelo antigo presidente da Assembleia da República João Mota Amaral, que foi escolhido para instrutor do processo disciplinar, prevê apenas uma repreensão, pessoalmente ou por escrito.

Trata-se da sanção mais leve que pode ser aplicada e deverá ser oficializada a 20 de dezembro, na reunião do Conselho das Ordens Honoríficas.

O pedido de desculpas público efetuado por Joe Berardo e também o facto do madeirense não ter sido condenado, terão estado na base da decisão de manter as referidas condecorações.