Importância do turismo no Concelho da Calheta em debate

A Universidade Sénior da Calheta – Escola Lombo Guiné, recebeu o Prof. João Lemos que abordou a importância do turismo nas áreas rurais a convite do Centro de Estudos e Desenvolvimento de Educação, Cultura e Social em parceria com a universidade.

O orador falou do impacto do turismo no território, na sociedade e no ambiente, considerado como factor de desenvolvimento desde que bem planeado e monitorizado. Referiu o Prof. Lemos que com a chegada das atividades turísticas ao concelho, muitas pessoas passaram a ter uma pluriatividade, incluindo por vezes uma agricultura a tempo parcial.

Apresentou os indicadores turísticos do concelho relativos ao ano 2018, sendo que a Calheta tem 33 estabelecimentos hoteleiros, que corresponde a 1 349 camas (672 quartos) e 639 unidades de Alojamento Local, o que corresponde a 3 411 camas (629 unidades de alojamento). Face a estes dados, alertou para a necessidade de uma estratégia turística municipal de curto, médio e longo prazo, monitorizando o setor e para não hipotecar o seu futuro, visando a sua sustentabilidade económica, social e ambiental.

João Lemos deixou ainda algumas sugestões para diversificar a oferta turística concelhia, caso de um roteiro gastronómico, criação do Museu da Agricultura, roteiro religioso, roteiro geológico, criação do Conselho Municipal do Turismo e do Património (CMTP) e postos de turismo em cada freguesia.