Conheça o caso da recém-nascida transferida para o SESARAM para uma intervenção cirúrgica

Miguel Amaro

Uma bebé recém-nascida, que veio ao mundo na passada terça-feira no Hospital Particular da Madeira, foi transferida para o Hospital Dr. Nélio Mendonça apenas com algumas horas de vida.

Aquando do nascimento, foi-lhe detetado um problema intestinal, cuja resolução passaria forçosamente por uma intervenção cirúrgica, revelou ao JM fonte próxima do processo.

Foi então que os responsáveis daquela unidade hospitalar privada decidiram proceder à transferência da menina para a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais do SESARAM, onde foi realizada a operação.

"Quem pode dar a melhor resposta é quem a deve dar", sublinhou um administrador do Hospital Particular, (que se escusou a revelar o motivo da transferência para o Hospital Dr. Nélio Mendonça por uma questão de sigilo e confidencialidade), justificando a decisão, ainda que ressalvando que a unidade hospitalar privada possui todas as condições para levar a cabo "todos os procedimentos".

Por seu turno, a mãe da bebé permaneceu no Hospital Particular da Madeira, onde aguardou ansiosamente pelo desfecho da operação, visto tratar-se de um procedimento invasivo que acarreta alguns riscos, sobretudo numa criança em idade tão precoce.

Para conhecer todos os pormenores deste caso, leia a edição impressa de hoje do JM.