PTP levanta várias questões sobre as opções governativas e deixa um aviso

JM

“O novo Governo Regional da Madeira tomou posse, o povo é soberano e deu maioria à direita, sobre isso estamos conversados”, releva um comunicado do PTP, que, mediante isso, levanta várias questões.

“A começar pelos transportes. Numa região com a dimensão da Madeira o setor dos transportes esta dividido em três secretarias. Porque será”, pergunta.

“Porque será que Albuquerque só entregou os transportes terrestres à Secretaria da Economia titulada pelo CDS? Será por estes terem defendido, no passado recente, que no mínimo devia existir duas empresas a explorarem os portos da RAM e com contrapartidas financeiras”, questiona.

“E porque entregaram os transportes aéreos ao secretário do Turismo, Eduardo Jesus, deixando de fora os terrestres e marítimos? Terá algo ver com a tentativa deste, na passada legislatura, de criar uma empresa única de transportes terrestes e revogar a licença marítima aos atuais exploradores dos portos e do povo da Madeira”, deixa ainda no ar.

“O PTP está vigilante”, remata a nota.