Feira do Santo da Serra será definitivamente encerrada no próximo dia 3 de novembro

Miguel Amaro

A Câmara Municipal de Santa Cruz tomou a decisão de encerrar definitivamente a Feira do Santo da Serra a partir do próximo dia 3 de novembro, devido à falta de pagamento de rendas por parte dos feirantes.

Como explica a autarquia através de edital, "foi celebrado um contrato de arrendamento entre o município de Santa Cruz e a Diocese do Funchal, onde esta última permitia a utilização do espaço para o "desenvolvimento da atividade de venda ambulante e respetivas infraestruturas, em contrapartida do pagamento de uma renda mensal por parte do município de Santa Cruz".

"Desde há alguns anos a esta parte e por a grande maioria dos feirante que ali vão não efetuarem o pagamento mensal a que estão obrigados, tornou-se verdadeiramente insustentável continuar com esta situação, por configurar nas contas municipais um desequilíbrio económico-financeiro", refere o edital, justificando a decisão.

Por seu turno, os feirantes encontram-se neste momento junto à Câmara de Santa Cruz, manifestando a sua indignação e solicitando uma reunião para negociar um novo plano de pagamentos, por forma a evitar que a feira encerre.

Fonte da autarquia explicou ao JM que houve "muitas reuniões, muitas negociações de planos de pagamento", mas que, ainda assim, os feirantes não efetuaram os pagamentos a que se encontravam vinculados.

Conheça todos os detalhes deste conflito entre autarquia e feirantes, na edição impressa de amanhã.