JM – Edição Impressa: Vencimentos na saúde custam mais 8,4 milhões – Desporto: Grandes seleções dominam qualificação para o Euro

Só este ano, os aumentos remuneratórios para os funcionários do SESARAM atingem 8,4 milhões de euros. Os enfermeiros e os técnicos superiores de diagnóstico são os que levam a maior ‘fatia do bolo’, que já inclui o ‘Subsídio de Lavagem’ para os motoristas e a ajuda aos assistentes operacionais. Para o ano serão precisos ainda mais sete milhões para o aumento do salário dos médicos. Saúde mental pede financiamento urgente.

Este é o assunto em destaque na edição de hoje do JM, na qual pode também ler sobre o eventual acordo do PSD-M em Lisboa só acontecerá com o CDS e o PAN para viabilizar medidas de António Costa.

Noutro tema que merece chamada de primeira página, o Estabelecimento Prisional do Funchal espera mais 35 reclusos.

Um jornal, duas capas. No desporto, as seleções com melhor ‘ranking’ devem conseguir assegurar a qualificação para o Euro 2020. Inglaterra, Portugal, Alemanha, Itália e Espanha comprovam essa tese. Por outro lado, referência para a intromissão da Irlanda do Norte na luta, num grupo complicado, juntamente com Alemanha e Holanda, que lutam por um ‘lugar ao sol’. Rúben Neves alerta para dificuldades diante do Luxemburgo.

Ainda nesta edição, Riascos promete trabalho, o Marítimo discute o futuro na Taça da Liga em Braga, e leia as declarações de Lionel Messi, confessando que gostaria que Cristiano Ronaldo tivesse ficado no Real Madrid.

Leia mais sobre estes e outros assuntos, na edição desta quinta-feira do seu JM.