Julgamento de 24 arguidos por tráfico de droga segue hoje para alegações finais

O tribunal de Instância Central da Comarca da Madeira agendou para hoje as alegações finais do julgamento de uma rede de tráfico de haxixe, num processo em que são acusados 24 arguidos, cinco dos quais estão em prisão preventiva.

O alegado cabecilha da rede tem 25 anos e fazem parte do grupo de acusados um ex-funcionário do CTT e uma família residente em Santo Amaro (bairro social do Funchal).

O processo envolve duas alegadas redes. Numa delas, descreve a acusação, um madeirense adquiria a droga no território continental, a baixos custos, e a outra era responsável pela distribuição do produto na região, sobretudo em dois bairros sociais da Madeira, o de Santo Amaro e o de Espírito Santo (Câmara de Lobos).