José Prada acusa socialistas de estarem obcecados pelo poder

O secretário-geral do PSD/M entende que o PS está a revelar “mau perder”.

José Prada escreve, aliás, que a postura atual revela uma “obsessão” pelo poder.

Leia a nota na íntegra:

“Não deixa de ter alguma graça assistir àqueles que defendiam e defendem a mudança, supostamente em nome do que é melhor para todos os Madeirenses e Porto-Santenses, continuarem a perturbar e a criar instabilidade, dentro e fora do seu próprio partido.

Pelos vistos, uma semana não foi suficiente para que o candidato do PS digerisse a dupla derrota que teve, primeiro nas Eleições Regionais e, depois, no desafio que lançou a toda a oposição para que se unisse em torno de um projeto de governação.

A sua insistência e postura colidem, todavia, com o tal bem comum que diz defender.

E isto porque, quando temos o Partido que ganhou as Eleições Regionais a negociar – felizmente, com sucesso – com o terceiro partido mais votado, o acordo para o futuro Governo Regional, em nome do interesse superior da Região, é no mínimo estranho que os socialistas continuem em negação e a deitar abaixo tudo aquilo que representa a estabilidade de que tanto precisamos.

Será que os socialistas não entendem que esta obsessão pelo poder é negativa e contraproducente?

Será que são incapazes de perceber que a estabilidade, o desenvolvimento e o progresso da Madeira e do Porto Santo estão acima de quaisquer interesses pessoais e/ou partidários?

Será que ainda não perceberam que nada justifica esta reação perante uma Região que fez, apenas e democraticamente, a sua escolha?

Não sei as respostas, mas sei que todo este mau perder, CANSA.”