Santa Cruz repudia desonestidade e caráter vil da peça transmitida pela TVI

A Câmara Municipal de Santa Cruz acaba de reagir, em comunicado, á peça jornalística transmitida ontem à noite na TVI, da responsabilidade da jornalista Ana Leal.

Assim, a autarqua repudia a desonestidade, o caráter vil, e a encomenda premeditada que ditaram e orientaram a peça transmitida pela TVI. Repudia também o timing da mesma a desonestidade, o caráter vil, e a encomenda premeditada que ditaram e orientaram a peça transmitida pela TVI.

"Neste caso, falharam todos, na medida em que se fez notícia de um contrato absolutamente transparente, aprovado em reunião de câmara, e que trouxe amplos benefícios para no concelho de Santa Cruz. Além disso, fez-se notícia de um recurso perfeitamente legal, praticado por todas as câmaras e por todos os governos", diz a Autarquia liderada por Filipe Sousa. No entender daquele autarca, "este jogo sujo tem apenas por objetivo fins eleitorais e pretende fazer esquecer e mesmo esconder a verdade dos factos".

O Município garante que o contrato com esta sociedade de advogados permitiu recuperar o seu poder de investimento, a sua credibilidade e denunciar as falcatruas cometidas por quem nos antecedeu na gestão desta autarquia.