Rui Barreto diz que Lisboa quer impor "geringonça de esquerda na Madeira"

O candidato do CDS-PP Madeira à presidência do Governo Regional disse este sábado, no Funchal, que Paulo Cafôfo e o PS se preparam para "fazer uma geringonça" de esquerda na Madeira. Rui Barreto chegou a esta conclusão depois de ouvir a líder do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, de visita à Região, e o candidato socialista. "Está tudo a ser preparado para que Lisboa imponha uma geringonça na Madeira", alertou, perante 450 pessoas, na noite deste sábado, num jantar-comício na sede da Liga dos Combatentes, antigo Paiol da Pólvora.

"Há sinais preocupantes e por isso tenho o dever de consciência de alertar as pessoas", vincou Rui Barreto, explicando o que, na sua opinião, está a ser preparado com a "mãozinha socialista".

"Esta gente, com o Bloco de Esquerda, na República, quiseram acabar com os contratos de associação com o ensino particular e cooperativo. Não gostam de escolas como o Colégio de Santa Teresinha, a APEL e os Salesianos. Não querem que a Segurança Social apoie as santas casas da misericórdia porque têm um preconceito contra a Igreja. Querem fazer o maior ataque de sempre às famílias, porque uma família com dois filhos, se decidir que quer mais um e para isso muda de casa, eles querem que essa família seja penalizada e passe a pagar mais valias.", acrescentou.