Mais de 850 figurantes no cortejo da Festa das Vindimas

Entre os dias 6 a 8 de setembro, terá lugar na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos a XLII edição da Festa das Vindimas, uma iniciativa promovida pela Junta de Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos e a ACRE – Associação Cultural e Recreativa do Estreito com o apoio da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, Secretaria da Agricultura e Pesca, IVBAM, entre outros.

A Festa das Vindimas irá apresentar um programa de atividades culturais, gastronómicas e etnográficas no universo da vitivinicultura através do qual é pretendido alavancar a notoriedade e o prestígio da freguesia e dos vinhos ali produzidos, com destaque para a apanha da uva ao vivo e pisa e repisa em lagar típico da época, com o cortejo etnográfico a contar com mais de duas dezenas de grupos com um total a rondar os 850 elementos.

Remonta a 1963 a realização da primeira edição da Festa das Vindimas do Estreito de Câmara de Lobos, o mais antigo certame de promoção do Vinho Madeira, evento que, à data, despertou grande sucesso com o Cortejo da Vindima, a repisa de uvas ao vivo e provas de vinho, exposição de utensílios da produção vinícola muita animação, foguetes e iluminações.

Volvido meio século, a Junta de Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos pretende reivindicar o destaque original das Festas da Vindima e posicionar o certame com lugar de relevo no cartaz da promoção turística da Madeira. O Estreito de Câmara de Lobos é o principal centro produtor de vinho da Madeira e repositório de um património vitícola inestimável, qualidades que potenciam o território e o evento, como centro do enoturismo na Madeira, especificidade que levou a autarquia de Câmara de Lobos a efetuar, no ano de 2014, o registo da marca “Estreito de Câmara de Lobos, Terra de Vinho”.

Atualmente o concelho de Câmara de Lobos é o principal concelho vitícola com cerca de 125 hectares, seguindo-se São Vicente com 122 e Santana com 82 (total da região: 400 hectares). É também em Câmara de Lobos que labora o maior número de produtores (660), totalizando 50% dos produtores de uvas da Região Autónoma da Madeira.

Entre 6 a 8 de setembro, a Festa das Vindimas irá apresentar um programa de atividades culturais, gastronómicas e etnográficas no universo da vitivinicultura através do qual é pretendido alavancar a notoriedade e o prestígio da freguesia e dos vinhos ali produzidos, com destaque para a apanha da uva ao vivo e pisa e repisa em lagar típico da época, com o cortejo etnográfico a contar com mais de duas dezenas de grupos com um total a rondar os 850 elementos.