Albuquerque promete luta pela autonomia face "às investidas centralistas"

"É mais importante que nunca lutarmos pela autonomia política face às investidas centralistas", esta foi uma das primeiras declarações de Miguel Albuquerque, líder do PSD-Madeira e cabeça de lista nos próximos dois atos eleitorais.

Albuquerque acaba de apresentar o manifesto eleitoral numa iniciativa que decorreu na sede do partido, no Funchal. Defesa da Autonomia, respeito da República pela Madeira são princípios fundamentais que o PSD vai assumir e encostar os partidos à parede, para ver quem é contra e quem é a favor da defesa dos interesses da Madeira.

O candidato quer boas contas públicas para continuar a reduzir impostos, desenvolver a Economia (que está a crescer em todas as áreas) e aumentar o emprego.

Albuquerque defendeu ainda a criação do Conselho Estratégico que visa analisar o crescimento das empresas na Região. Falou da importância da futura orgânica do Governo reforçar a captação de investimento estrangeiro. O PSD-Madeira pretende ainda que, segundo Albuquerque, na administração Pública, seja renovado o quadro de trabalhadores.

O aumento do Porto do Funchal será uma prioridade, conforme defendeu.

Albuquerque falou também da intenção de aumentar a ajuda domiciliária, do reforço dos medicamentos e do reforço da rede de cuidados continuados.
O líder dos sociais-democratas e cabeça de lista às eleições apontou ainda a aposta no reforço na Saúde.

O maior investimento nesta área é o futuro Hospital público. Neste ano, foram investidos por parte do Governo, 420 milhões de euros no setor. Albuquerque defendeu a necessidade de se desmistificar a ideia de que o território da Madeira não é protegido.

65 % do território da Madeira tem um estatuto de proteção, conforme sublinhou, para logo apontar ainda a ideia que existe e que vai no sentido de se continuar a assegurar o helicóptero para o combate a incêndios. No que à Agricultura diz respeito, o PSD-Madeira defende a criação do Estatuto da Agricultura Familiar e o Estatuto do Jovem Empresário Rural.