Comissão Europeia distingue CMF pelas passadeiras sensorizadas e projeto 'kiss & ride'

A Câmara Municipal do Funchal foi informada este mês pela plataforma Interreg Europe, que gere o Fundo Comunitário para o Desenvolvimento Regional, da Comissão Europeia, de que esta elegeu as passadeiras sensorizadas na Estrada Monumental/Avenida do Infante e o projeto 'Kiss & Ride' como boas práticas europeias de mobilidade.

Segundo comunicado da autarquia, esta informação já consta do site oficial da Interreg Europe e passa, assim, a estar disponível para implementação por qualquer cidade europeia. O vereador Bruno Martins, que tem o pelouro da Mobilidade Urbana no Funchal, enaltece “este reconhecimento internacional ao trabalho altamente meritório, e muitas vezes inovador, que o Funchal tem sido capaz de fazer em termos de mobilidade e acessibilidade no concelho.”

As passadeiras inteligentes estão em funcionamento desde meados deste ano, “numa solução que veio aliar a segurança pedonal e rodoviária à eficiência energética. Este é basicamente um sistema de retroiluminação inteligente nas passadeiras, através de sensorização e sinalização dinâmica, ambas verticais e horizontais, que reage à proximidade dos peões, ou seja, sempre que se detete um pedestre que pretenda atravessar, a luz no pavimento e a iluminação superior são ativadas automaticamente, aumentando a visibilidade para peões e condutores”, explica Bruno Martins.

Para além das passadeiras inteligentes, foram ainda distinguidos como práticas de excelência a nível europeu os corredores Kiss & Ride, implementados pela autarquia junto a escolas do concelho, numa medida introduzida em 2015. “O objetivo é facilitar a entrada e saída de passageiros junto às escolas, garantindo a segurança dos alunos e dos restantes condutores, e melhorando ainda a fluidez do tráfego automóvel. Estes são dois bons exemplos da forma como a Câmara Municipal do Funchal tem dado seguimento à sua estratégia em termos de Mobilidade Urbana, procurando soluções de futuro e um espaço público com características mais atrativas, acessíveis, inclusivas e seguras.”

Atualmente, estes corredores vigoram em 7 escolas no Funchal: Colégio de Santa Teresinha, Escola da Ajuda, Escola Ângelo Augusto da Silva, Colégio Infante D. Henrique, Colégio do Marítimo, Escola Bartolomeu Perestrelo e Escola dos Salesianos.

A mesma nota acrescenta que, no passado mês de junho, o Funchal já havia sido distinguido pela ELTIS (Plataforma Europeia em Planos de Ação em Mobilidade Urbana Sustentável), entidade integradora da Direção-Geral da Mobilidade e dos Transportes (DG MOVE), também da Comissão Europeia, como uma das cidades dignas de exemplo no que concerne à implementação de boas soluções de mobilidade. Algumas das medidas do Município foram, inclusive, incluídas num guia europeu de boas práticas, apresentado este ano pela ELTIS.