CDU quer Autonomia ao serviço dos trabalhadores

Carla Ribeiro

A CDU-Madeira, que apresentou hoje o seu manifesto eleitoral, enunciou, em conferência de imprensa, as seis grandes questões que urge dar resposta.

Numa conferência de imprensa realizada no Espaço CDU, no Funchal, Edgar Silva defendeu a importância de ser valorizado o trabalho e defendido o emprego com direitos. "Para travar a baixa natalidade, agravada no período da 'troika' com a emigração massiva de jovens, urge assegurar o direito a emprego estável e valorizado, com justas remunerações e compensações pelos custos de insularidade", disse o comunista. Além disso, conforme defendeu ainda, é preciso reduzir as desigualdades, eliminar a pobreza, corrigir assimetrias.

Há ainda a necessidade de defender a produção regional e promover o crescimento económico. Edgar Silva explicou que a CDU propõe também trabar o desmantelamento de infraestruturas públicas e o depauperamento de recursos humanos e materiais. O manifesto eleitoral do partido comunista na Madeira defende um levado nível de investimento público e a preservação da Natureza e combate à sua mercantilização.