SANAS envolveu 20 operacionais e gastou 470 litros de gasolina nas buscas (com fotos)

Nos 5 dias de buscas ao homem de 35 anos que caiu ao mar e só hoje foi encontrado, o SANAS Madeira envolveu vários meios nas operações de buscas. Ao todo, os 'socorristas do mar' estiveram 40 horas a efetuar buscas no mar e percorreram mais ou menos 120 milhas náuticas, o que equivale mais ou menos a 200 quilómetros em estrada.

"A embarcação afeta à Estação de Salvamento do Porto Moniz, o SANAS105, foi activada assim que foi recebida a informação dos Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz de que uma pessoa havia caído à água no Seixal, em menos de 20 minutos", informa o SANAS na sua página do facebook.

A Associação refere ainda que " mar tempestuoso" dificultou a ida e dificultou também a "luta pela sobrevivência do indivíduo de 35 anos que apenas hoje foi encontrado e resgatado na Ribeira da Janela".

"Deixamos um agradecimento a todas as incansáveis entidades de busca e salvamento que partilharam connosco o teatro de operações (aos nossos operacionais, Bombeiros Voluntários de São Vicente e Porto Moniz, Polícia de Segurança Pública, Polícia Marítima, Instituto de Socorro a Náufragos e à coordenação do Serviço Regional de Proteção Civil e MRSC Funchal), e à família e amigos deixamos as nossas sentidas condolências neste momento", acrescenta a nota.

Meios do SANAS nas buscas:

1 veículo
2 embarcações
20 Operacionais
40 Horas de buscas
200 Quilómetros de estrada
222 Quilómetros de oceano (+- 120 milhas náuticas)
470 litros de combustível

.