APCM cancela ‘Poncha Party’ no Porto Santo

Seria organizada amanhã no Porto Santo, uma iniciativa solidária que seria organizada pela Associação de Paralisia Cerebral da Madeira (APCM) intitulada de ‘Poncha Party’.

Perante reações reprovativas, entre outras vozes, de quem atua na área da Saúde, por alegarem que este seria um incentivo ao consumo de álcool, a organização optou por cancelar a 5.ª edição do evento que estava marcado para as 15 horas na ‘Poncha do Zé’.

A presidente da APCM, Fabíola Pereira, esclarece ao JM que a festa foi planificada com o objetivo de angariar receitas que iriam reverter para a associação, declarando-se “incrédula” face às críticas que têm sido apontadas nas redes sociais, muitas das quais foram expostas na página de ‘Facebook’ intitulada ‘Comportamentos Aditivos e Dependências da Madeira’ onde o cartaz da iniciativa foi partilhado.

"As quatro edições anteriores correram muito bem, não havendo ocorrência de excesso", declarou a presidente. Contudo, e "embora de consciência tranquila, decidimos cancelar a iniciativa", concluiu.