JM – Edição impressa: Noites quentes dão briga no Porto Santo – Desporto: Catástrofe para o FC Porto

Sobe de tom a discussão em torno da animação madrugadora na ilha dourada, sobretudo pelo ruído e pelos atos de vandalismo, que já motivaram cinco denúncias na PSP.

No meio das críticas também há quem defenda uma maior oferta noturna. Este é o assunto que faz a manchete da edição impressa de hoje, numa reportagem do JM que percorreu alguns dos espaços mais frequentados. Também no Porto Santo, a PJ investiga uma alegada violação de menor.

A crise que afeta o País obrigou a easyJet a cancelar ontem uma ligação à Madeira por falta de combustível. Os passageiros ficaram sem direito a indemnização e sem soluções de embarque porque os voos estão completos até sexta-feira.

No imobiliário, uma casa de luxo em São Gonçalo está no Top 10 das mais vistas em Portugal. Quanto às eleições regionais, saiba que Filipe Sousa é o mandatário do JPP.

Na página 11, leia que a oposição denuncia tentativa de encerrar parlamento venezuelano.

Um Jornal, duas capas. No Desporto, destaque para o FC Porto, que está fora da Liga dos Campeões. Uma péssima abordagem ao jogo permitiu que o Krasnodar chegasse ao intervalo a vencer por 3-0. Os portistas ainda reduziram a diferença (3-2), resultado insuficiente para evitar a eliminação. Na página 31, saiba que se adensam as críticas em torno de Sérgio Conceição.

Na página 28, as vozes dos adeptos mostram momentos distintos no futebol. Rochez já leva 20 golos ao serviço do Nacional, Zainadine à beira de superar marca enquanto alvinegro e sete veleiros partem hoje rumo ao Porto Santo são outros dos destaques da capa desportiva de hoje.

Estes e muitos outros temas, que pode ler ao folhear a edição impressa desta quarta-feira do seu JM. Já disponível nas bancas e através da plataforma digital.